domingo, 20 de março de 2011

Nova esperança...

Grata surpresa tive nesse fim de semana: O contacto de uma pessoa muito especial para mim; alguém com poder para fazer vibrar um coração que se recusa a desistir de ser feliz e fazer a felicidade acontecer. Não foi exatamente o que eu esperava mas reacendeu a chama da esperança. Sei que a luta não será fácil pois não depende de esforço pessoal mas sim da capacidade individual de outrem. Não e´fácil lidar com uma lembrança viva que se manifesta dentro da mente como um fantasma; que anula nossa vontade e nos faz sofrer: isso é o amor que acabou parcialmente; uma das partes insiste, se recusa a aceitar O FIM. Sei bem o que é isso, sei também que a vida continua, há vida la fora. Outras pessoas ávidas por viver, compartilhar procuram uma cara metade, querem formar um par. Não é fácil enfrentar um rival enraizado em um coração partido. Talvez essa batalha não possa ser vencida mas eu não conheço adversário que me intimide e vou enfrenta-lo, vou para vencer. Se tiver apoio, por mínimo que seja: VENCEREMOS.

2 comentários:

  1. A esperança seria a maior das forças humanas, se não existisse o desespero.

    ResponderExcluir

Loading...