terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

Homens e Mulheres são diferentes, porém se encaixam perfeitamente... Evandro Zetigre

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

Sêde de amor...

Belo é o dom de sonhar, como
Bom é poder alcançá-la, amor meu, à todo momento.
A fronteira entre o impossível e o desejo realizado, é tênue, e
A semente que brota do coração, a fragiliza ainda mais.

Desconhece ao impossível o amor, e
Olho nos teus olhos abrindo a dimensão da tua resistência...

Tuas mãos, libertas das minhas, fazem-me sentir os teus carinhos.
Alcança-me a felicidade, quando cessas a emissão de sons,
Passando então, teus lábios a gerar o prazer no silêncio do nosso aconchêgo mútuo

Emoções nunca antes experimentadas se intensificam minuto-à-minuto,
somem os rastros do batom vermelho ao longo da tua marcha, enquanto
Pressionam os teus lábios, a resistência do meu limite.

Determinada, provocas em mim uma revolução de emoções,
Na persistência das hábeis tuas mãos, aliadas à pressão dos lábios que me inebriam.

Uma grande represa, pode conter um grande volume, mas
A represa que emite gemidos de prazer ansia pela plenitude da essência, prestes a transbordar...

A um grande volume não se aprisiona eternamente,
Somente o nosso amor é eterno em nosso universo de corações unidos.

Te faço carinhos tocando ao teu corpo,
No máximo esfôrço em conter o meu momento maior.

Um reflexo revela a maravilha da tua sede de amor, e
Por vários ângulos, vejo movimentos e formas em delírio de provocado prazer,
Expressados nos gemidos nasais que não cessam...

Perde-se o conteúdo de uma represa, pela mais estreita passagem encontrada,
Segue da mesma forma, um grande volume represado rumo à sua libertação...

Continuam os meus carinhos à reagir à pressão que não fala...
Alcanço ao teu ponto e arrefeço o teu furor sedento.
Tomo-te de súbito, tua força em minhas mãos...

O toque suave e preciso extrai um arfar que me conduz ao teu interior mais recôndito,
Enquanto nossas massas somadas, irresolutamente chocam-se, objetivas.

Não resiste a eternidade ao volume que se represou, e o nosso amor transborda e se completa, e se estabilisa na calmaria do pós-êxtase...

By Evandro Zetigre

Eu tenho a chama do amor por tí, ardendo no coração, sinto a indiscritível sensação de querer estar contigo à todo custo. Vibra a minh'alma em saber que podes ser minha, pois teu, já sou. Evandro Zetigre

Felicidade é poder declarar o amor e livremente sentir fluir a energia portadora de bem querer, é saber que a pessoa amada é receptora dessa energia e a armazena em seu coração, e a retransmite com calor e carinho. Evandro Zetigre.

Amar, é sacrificar-se em pról da felicidade da pessoa amada, amar é renunciar, é morrer se preciso for... Evandro Zetigre

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

O silêncio das nossas noites...

Na alta madrugada,
Em meio ao absoluto do silêncio,
Sob a lua prateada e reluzir das estrelas,
Observo o recompor das tuas energias, que
Se esvaíram após me tornares o mais feliz dos Homens.

Movem-se suavemente o teu peito e a minha mão à cada respiração tua...
Mão que não se cansa de acariciar ao zelar pelo teu sono...

A visão revela teu corpo, toda nua,
Os cabelos não ocultam a nuca, atraente aos lábios que
Renovaram-se em beijos nesse corpo que tanto me apetece...

Sinto a alteração de forma e temperatura que sobe, na tua pele.
Diminui a distância entre nós, quando sem esconder a nuca, em um movimento unes teu corpo ao meu.

Ganham vida própria, cada uma das minhas mãos, que
Contentam-te no teu corpo,
De forma que o sondam em toda a extensão...

Beijos te saúdam a nuca, alto da cabeça, face e lábios sedentos que se viram para mim...
Em movimento semi-acrobático não interrupto,
Possuo-te olhando nos teus olhos ao mesmo tempo que declaro a minha razão de viver.

Respondes-me com o contorcer dos teus lábios, cujo sabor não canso de provar...
Provo também a arte que me presenteias pompoando-me a alma...

Revela uma potranca o seu desejo, como fizeste-me, visulizar a tua nuca, e
Tal qual intrépida amazona, as rédeas do teu prazer assumes, afastando de mim os teus lábios, enquanto vêem-me do alto, os teus olhos lindos.

Voam os teus cabelos na cavalgada...
Te faço carinhos e me agarro no teu galope, quando
Sinto o arrefecer da tua jornada, então
Provoco-te assumindo as rédeas do prazer e
Em novo semi-acrobático ininterrupto gesto,
Acaricio-te o dorso e observo a tua nuca.

As rédeas-madeixa guiam-nos em nosso rumo,
Até que o som do teu êxtase leva-me de encontro à realização de mais um sonho quando
Juntos, olhando nos olhos, chegamos de mãos dadas
Aonde o nosso amor sempre começa.

By Evandro Zetigre

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

Furor inebriante

Aproximam-se os teus olhos dos meus, e
Da porta do meu refúgio, doce visão se me apresenta,
Manhã cedo, teu peito amigo, caloroso, encontra o meu.

Sufocam-me os teus beijos que suprem a minh'alma,
Choro, ainda, a perda de uma noite sem tí, mas
A doce perspectiva de um dia feliz contigo, regozija-me.

Abro a porta e ao colo, conduzo-te ao quarto, e tiro as tuas roupas.
Preparo o teu banho de imersão, enquanto passam as horas.

Ondas de felicidade máxima não são contidas, pelas paredes do nosso reduto e
O seu brilho e calor, potencializam o esplendor do alto verão...

Juntos no ofurô, fundímo-nos em furor inebriante,ao
Toque das tuas mãos e ao sabor dos teus lábios,que provocam-me emoções sempre diferentes, de maneira que há sempre uma nova forma de descrevê-las.

Massageio ao teu corpo que responde com reações de prazer mútuo.
Indica a respiração ofegante e sonora, sinal esperado da alcançada vitória.

A festa do nosso amor começou na tua chegada, onde terminou meu sofrimento.
Bate acelerado o teu coração, posso sentí-lo no teu abraço.

Fortalece-me o aroma da tua pele, ainda molhada, no rosto, pescoço e nuca.
Os seios de suave consistência ao toque e paladar, municiam ao vulcão das emoções nossas.

Ao arsenal de recursos que trazes no corpo, não há resistência,
Dominas-me os sentidos, fazendo-me crer que és dominada...

Os sons articulados pelos teus doces lábios,
Controem um gigante Homem feliz na engenharia do teu seduzir.

O cêrco das tuas pernas que me aprisionam, conduzem-nos à uma estrada de mãos únicas rumo à vitória do nosso amor.

És a Mulher da Minha vida a quem desejo pertencer,
Por isso, incondicionalmente entrego-me à voce.

By Evandro Zetigre

...É como a perecível beleza da rosa. Não se pode extender a sua efêmera passagem, mas podemos absorver a sua intensa existência, desde o brôto até o desabrochar... e vibrar com ela. Evandro Zetigre

terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

Sede de voce...

Sigo-te em teus rastros ao longo do teu caminho,
Transfigurando-se-me o desejo em nova senda sob o teu desfilar.
Meus são os lábios agraciados ao toque desnudo das
Plantas dos teus pés que nos levam ao deleite mútuo sobre a alva.

Entrego-me ao ritual que encanta e energiza ao corpo e à alma,
Teu corpo sobre o meu.

Dominadora, assola-me com a sedução da suave tez, e
O calor úmido da tua confessa boca, ser de tudo capaz provocada fosse...

Extratos corpóreos resultantes, represa hormonal,
Assumem a trajetória, rumo alvo teu gôzo.

Transpiras luxúria em cada poro e
O frenesí da tua volúpia,
Conduz-me ao recôndito das entranhas tuas emocionais...

Não quero partir mas,
Como as ondas do mar, também
A tua volúpia é assolada como a rocha, que
Banha-se nas ondas irresolutas.

Irresoluto mover frenético avança em intensidade,
Ao som de agudos gemidos teus, pré-extasiantes.

Possibilita a altura da maré,
A mudança de curso da navegação,
A proa, tua boca, zarpa do feliz porto meus lábios.

Revela o visualizado reflexo no teto,
O novo rumo, destino mais que desejado.

Resquício remanescente do vermelho batom,
Indica teu novo destino, mal posso esperar...
Tranforma-se em néctar, o sal da minha pele para
Ao teu paladar conquistar.

Navegas decidida, resolvida Mulher, não queres parar...
Aguardo ansioso a tua chegada para te saudar e
A minha sede de tí poder saciar...

By Evandro Zetigre

Deus proteja à todas as Mulheres...

À cada fase de sua vida a Mulher tem uma beleza que lhe é peculiar. Ela é maravilhosa por excelência em todas as suas fases e metamorfoses...
By Evandro Zetigre
Loading...