sábado, 24 de agosto de 2013

As lagartas, poupadas que foram, agradecidas repousam, no seu ninho-reclusão. Aguardam o renovo, um renascer, para uma vida melhor... Evandro Jose Do Nascimento

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Loading...