segunda-feira, 7 de novembro de 2011

O despertar da beleza

Ergue-se o sol ardente e os teus olhos se abrem ao despertar de um novo dia.
Límpidas águas termais banham teu corpo e se perdem em uma jornada sem fim...
Deixam além de um aroma o rastro molhado do teu caminhar,
Sutilmente direciona-se a um compartimento onde sumárias delicadas peças,
Não conseguem anular o tátil-gustativo dom de desejar
É impossível ocultar-se a beleza ouro do prazer.
Um manto maior cobre o templo sagrado do amor porém
Insinuam-se suas formas para o campo além-visão
Cumpre o manto maior parcialmente a sua missão....

Obra de Zetigre

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Loading...