domingo, 28 de agosto de 2011

PERDAS

AS FOLHAS ABANDONAM SEU BÊRÇO EM UM VÔO RUMO AO VAZIO...
ONDAS DO MAR FORMA-SE EM SEQUÊNCIA INFINITA.
ONDAS DE PESAR EM SEMELHANTE SEQUÊNCIA, NÃO VEM DOS OLHOS MAS DA ALMA.
SÓDICO SEU SABOR, INUNDAM O PENSAMENTO.
O SONHO ALÇOU SEU VÔO
O VAZIO É O SEU DESTINO
ONDAS DE PESAR SALTAM DAS JANELAS DA ALMA
SÓDICO SEU SABOR ENVOLVEM TODO O ENTÔRNO
FECHAM-SE AS JANELAS DA ALMA... ONDE ESTARÃO?
NÃO ECOARÁ MAIS O SOM PORQUE A PALAVRA NÃO SERÁ PROFERIDA.
SURDO E MUDO É O VAZIO DA INÉRCIA,
MAS O VAZIO É O PRINCÍPIO
ASSIM COMO O VERBO É O ALFA E ÔMEGA...

Obra de Zetigre

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Loading...