quarta-feira, 14 de março de 2012

Em homenagem à Rona Bojanic

Sonho Nórdico

Brilha o sol das terras Nórdicas nos teus olhos que me encantam,
O desejo emana do calor da tua pele,
Fertilizante no deserto da minha vida seca pelo desamor crudelíssimo.

Estendes as tuas mãos macias
Aceitando as oferendas que com amor te apresento...

Concreto, o abstrato desse amor
Testifica a veracidade das palavras que
Levam o vento, da minh'alma destino o teu coração.

Não prevalece a dúvida perante o sacrifício do meu amor por tí.
Gôzo se torna o sofrer na vida, pelo teu prazer...
Em nada me valeria existir, não fosse a felicidade de te ver sorrir.

Ferve o sangue em minhas veias ao toque na rosa dos teus lábios cujas
Pétalas, marcam a fronteira meu corpo na tua existência além terrena.

Eu sou o néctar que te adentra o paladar e
O verbo à te ouvir no silêncio do desejo por tí que,
Transporta-me para onde, apenas, realizo-me como ser vivente.

Diante da tua presença, tomando-te em meus braços,
Sem rumo, como errante embarcação na vastidão do finito-infinito...
Infinito do teu olhar, infinito do meu amor por tí...

Obra de Evandro Zetigre

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Loading...