segunda-feira, 15 de outubro de 2012

Se eu fosse a lágrima, passaria pelos teus lábios, deslisaria entre os teus seios e não pararia mais até transformar-me na tua razão de viver... Evandro Zetigre

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Loading...