sexta-feira, 25 de maio de 2012

Os adjetivos da língua Portuguesa não possuem a propriedade de definir o desbrochar de uma flor, ou o raiar de um dia de Sol com a exatidão que o momento expõe. A revelação do encanto do olhar e o momento em que se forma o sorriso de uma Mulher, apenas pode ser descrito pela arte de um pintor ou pelo devaneio de um poeta instrumento que é, de sua Musa que o serve com o Maná de suas delícias que saltam do seu interior, e o possui na própria adoração... By Evandro Zetigre

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Loading...