quinta-feira, 31 de maio de 2012

Paradoxal Utopia

O amor é um sentimento curioso cuja profundidade só é percebida por pessoas de especial sensibilidade. Não me envergonho de admitir que já chorei por perder uma pessoa amada, não esqueço dos preciosos segundos perdidos com o temor de que os momentos de felicidade pela proximidade da pessoa alvo do meu amor, pudessem acabar de uma hora para outra, quantas vezes cheguei em casa com aquela cara de bobo que só os amantes apaixonados exibem, todo feliz após algumas horas de amor. Eu já chorei ao ser preterido por alguém que não a merecia, e em silêncio dei tempo ao tempo na esperança de tê-la de volta. O amor para mim, não o considero uma ilusão, O meu sonho de amor é uma utopia paradoxal, pois pode ser alcançado. O amor não me alivia a alma, mas me mantém em constante estado de alerta pela responsabilidade de cuidar de uma outra pessoa, de conquistá-la dia-a-dia... Sofro quando não estou amando, mas quando amo objetiva e totalmente ainda assim sofro, com a recompensa suficiente SE CORRESPONDIDO FOR...
Resumindo: o que é o amor além de uma busca constante e incessante. O amor é como a água que toma a forma do recipiente que a contém. A Mulher é a água e o seu Homem o recipiente... Ou será o contrário ??

By Evandro Zetigre

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Loading...