quinta-feira, 14 de junho de 2012

Tempo de amar

Juntos voamos nas asas do vento e
O tempo não vimos passar, pois
Não passa o tempo, o tempo de te amar...

À beira-mar de mãos dadas andamos, e
Ví os teus pés a areia tocar
O sol aquecia ao teu corpo
O corpo que desejo amar...

A briza soprava suave,
Parecia teu nome chamar
Soltei devagar tua mão para melhor te admirar

Belo é o teu desfilar, mas não suportei à distância estar
Corrí ansioso e voltei, logo voltei para te abraçar

Nas asas do vento voemos..
Voamos para nos transportar
Nos levam para onde queremos
Para onde queremos amar...

Teus pés da areia livrei
Usando uma fonte salutar
Era uma fonte termal, que
Usei para teus pés hidratar

Voamos nas asas do vento, e
O tempo não vemos passar...
A posse do tempo não temos,mas
Temos a revelação do espelho do olhar

Passa o vento,
O tempo não vemos passar...
Fica a lembrança e
A saudade de um tempo
Tempo que não mais voltará

By Evandro Zetigre

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Loading...