segunda-feira, 5 de setembro de 2011

Efeitos refeitos...

Os sinais do teu caminhar deixam marcas no solo
Mais além impressionam a alma que chora.
Por onde passas há rastro de esperança
Mas o desejo se mistura ao soluço incontido
O meu sonho de amor desconhece o impossível.
Sem nunca ter tocado teu corpo
Entreguei-me a tí sem resistência
Recuso-me a retornar da quimera ter-te comigo
Antes mesmo de ve-la sabia que existias
E existindo motivou-me...
O teu andar desperta-me
Teus braços regentes harmonizam
A primeira sinfonia do meu existir
O som da tua voz, a sinfonia segunda reverbera em meu coração,
Acalentando a alma que chora não mais.
Não mais se mistura ao desejo o soluço mas o gôzo.
O som da tua voz impressona a minh'alma.

Obra de Zetigre. (Evandro)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Loading...