quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

Brava guerreira

26/01/2012

Brava guerreira

Eu estou te amando, independente Mulher e a tua voz de comando.

Guerreira, como é intenso o meu desejo de combater a teu lado,
Cuidar dos teus ferimentos no pós-guerra e
Ser por tí, cuidado...

Gostaria de te-la comigo lado-a-lado em
Uma vida dividida em partes iguais
Quero receber o teu amor, e
Entregar-me a tí sem temor.

Vida longa à Mulher-indivíduo, combatente, independente guerreira que
Não esquece a sua condição feminina-parceira.

Eu te amo brava guerreira, queira ou não queira...e
Amo a independente Mulher que, como eu, sabe o que quer.

By Evandro Zetigre

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Loading...