sábado, 21 de janeiro de 2012

Mulher dos sonhos

Linda repousa e sente a minha proximidade a Mulher dos meus sonhos,
De joelhos sobre a nossa cama, beijos suplicantes te saúdam os pés, e
Tem início caminhada rumo ao desejo...

Acariciam-me tuas plantas dos pés, a face e o peito desnudo, ao
Som de respiração ofegante e olhares magnéticos.

Mãos sondam o dom de querer diminuindo a distância...
Como os sinos que dobram, flexionados teus joelhos se movem,
Macios e doces ao som da luxúria vocalisada em teus sussuros.

Mais doce é o novo caminho a ser percorrido,
Motiva-me o teu calor e cada movimento que me revigora,
A temperatura e sabor dos fluidos da tua volúpia,
Não calam a sêde da minh'alma que teu prazer incontrolavelmente prospecta.

Sinto teus meneios que descrevem a surpresa em achar o que oculto estava, e
Perco-me na procura onde almas se encontram, ponto comum.

Sobe a temperatura e a frequência pulsa crescente,
Cortinas cerram teu olhar que observa um universo interior,
Olho para mim e me reconheço em tí.

São os pontos mirantes, o melhor de uma caminhada prazerosa,
É máximo o grau de A a G.
Chegando ao alcance das tuas mãos, dez teus dedinhos orientam a escalada.

Abdomem macio e úmido, embala o navegar, até
Os superiores montes de indescritível sabor.
A tempestade das tuas mãos, impulsiona-me para a direção do direito e esquerdo desejo...

Acende-se a febre de conhecer tua boca e sentir teus lábios, que
Murmuram um apelo compreensível apenas, aos ouvidos do meu coração...

Não te permito prosseguir, silenciada que és
Por meus beijos que vão de encontro aos teus,
Cede a expressão vocal à força do frenesí das tuas formas que se alternam up and down.

Teus lábios contraídos e respiração sonora
Aliam-se aos braços e pernas que me envolvem
E nos tornam matéria indivisível no universo do amor...
Repousa linda, a Mulher dos meus sonhos.

Obra de Zetigre

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Loading...