quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

Princípio e fim

Nada há o que se compare à
Inconsistência das montanhas da vida
Não teria valor a vitória
Não fosse uma derrota,
A beleza do sorrizo não se sobressairia
Senão sucedesse à carranca do chôro sentido.
Têm os grandes enígmas mistérios de difícil resolução
E de difícil obtenção são as respostas para os mistérios da alma.
Impossível não é o vôo visibilidade zero,
Tampouco pairar no céu desértico
Além de escaldante granulado,
O doce fluído mantenedor da vida.
Giram constante e harmoniosamente elétrons ao redor do núcleo atômico
Até que seu encontro principíe a desagregação.
Princípio e fim,
Mistério capital estabelecido na divina palavra EXISTA
Há para tudo, um princípio e fim.
É a esperança o princípio...
A morte, o desencontro, o fim.
O olhar emissor deve refletir o receptor da luz,
O calor cardíaco dos amantes, consensualmente deve aquecer um ao outro,
Como extinta será a chama pela falta de seu motivador combustível.

By Zetigre

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Loading...